5 tipos de cirurgia plastica que você precisa conhecer

0
1799

Cirurgia Plastica, conheça cada uma delas.

Hoje em dia não há muita razão para se conviver com uma aparência de que não gostamos. Com os avanços da cirurgia plastica, é possível consertar desde problemas grandes, como o excesso de gordura abdominal, até detalhes como modificar o queixo para que o rosto fique mais harmonioso.

É possível modificar quase todos os lugares do corpo. Reduzir, aumentar, mudar o formato. Para os especialistas no assunto, o céu é o limite. E eles prometem mais novidades em breve.

A boa notícia é que o Brasil é o paraíso para quem quer fazer uma cirurgia plastica. Segundo as últimas pesquisas, 15,8% de todos os cirurgiões plásticos do mundo estão aqui no Brasil, ficando apenas atrás dos Estados Unidos.

Nosso país também é quase campeão quando o assunto são cirurgias plásticas. Aqui são feitas 14,2 % dos procedimentos realizados no mundo todo, enquanto que nos Estados Unidos, que estão em primeiro lugar, o número chega a 17,2%.

A qualidade da cirurgia plastica

O resultado de um número tão grande é que o Brasil é pioneiro em várias técnicas de cirurgia plastica e contamos com os melhores profissionais. Aqui também são feitas várias pesquisas sobre o assunto, que acabam aumentando a qualidade dos procedimentos.

Isso beneficia tanto as pessoas que precisam de cirurgia plastica para consertar problemas de nascença ou resultantes de acidentes, como aquelas que procuram o procedimento para melhorar sua aparência.

São vários os tipos de cirurgias plásticas possíveis de serem feitas em um corpo. Mas aqui no Brasil, que reflete o que ocorre no mundo, cinco delas são as mais procuradas. E são os 5 tipos de cirurgia plastica que você precisa conhecer:

A maioria dos procedimentos são feitos por razões estéticas, para melhorar a aparência e mesmo a saúde dos pacientes.  Além disso, algo que os médicos e especialistas sempre fazem questão de dizer: não é apenas a aparência que sai diferente da mesa de cirurgia, a auto estima da pessoa também aumenta, levando-a a se cuidar mais, procurando um novo estilo de vida mais saudável para se manter bonita e sadia.

O lado psicológico da cirurgia plastica

A cirurgia plastica pode mudar o visual de uma pessoa. E não só isso. Também pode mudar sua vida, aumentar sua autoestima, dar mais vigor. Mas não é um milagre. Muitas pessoas procuram a cirurgia plastica com a esperança de resolver todos os seus problemas e não é bem isso que ocorre.

Depois de ganhar uma barriga reta, você pode descobrir que o que deixava sua autoestima para baixo era outra coisa. Por isso, é preciso ter em mente que a cirurgia vai mudar o seu corpo por fora e não o que precisa ser resolvido internamente.

Ela não terá o poder de fazer você encontrar o amor da sua vida, ser um sucesso na carreira, brilhar nos palcos ou tomar parte da lista dos mais ricos do seu país. Isso são coisas que exigem outras atitudes, outros fatores e até mesmo sorte. Mas a mudança que a cirurgia plastica faz, quando aceita com os seus limites, pode sim ajudar muito e vários departamentos da vida.

Cuidados antes de realizar uma cirurgia plastica

Desde que se tornou popular, a cirurgia plastica vem atraindo cada vez mais profissionais para a área. O lado bom é que muitas pesquisas foram desenvolvidas, muitas técnicas foram criadas e quase que qualquer problema consegue ser resolvido. As universidades e centros especializados formam profissionais cada vez mais comprometidos e responsáveis, que tem o bem estar e a saúde do paciente como objetivo número um.

Mas é bom lembrar que tudo isso também tem um lado perigoso. Muitas pessoas querem aproveitar a onda de sucesso que envolve as cirurgia plastica e, com o único objetivo de ganhar dinheiro, passam a trabalhar na área sem o conhecimento necessário ou fazem o processo de uma forma que pode causar riscos aos pacientes. Para não cair em uma cilada na hora de fazer uma cirurgia plastica, escolha bem o profissional que vai fazer sua operação. Tenha boas indicações, converse com outras pacientes que já operaram com ele.

Pergunte sobre os cuidados de higiene, o tratamento e principalmente o período pós-cirúrgico. Questione-se se ele ficou disponível, tirou dúvidas e se comprometeu com a sua satisfação. O resultado de uma cirurgia plastica, mesmo com os melhores profissionais, nunca é muito previsível. Por isso, os bons médicos sabem que devem estar preparados para retoques. Resumindo: pesquise seu médico!

Conheça as cinco cirurgias plásticas mais populares do Brasil

Na hora de se decidir por uma cirurgia plastica, o ideal é que você conheça mais sobre ela para analisar vantagens e desvantagens. Para ajudar, montamos um guia falando um pouco mais sobre as cinco cirurgias plásticas mais populares do Brasil.

  • Lipoaspiração

5 tipos de cirurgia plástica que você precisa conhecerA lipoaspiração é uma das cirurgias mais realizadas no mundo. Isso porque ela é considerada mágica: retira o excesso de gordura, redesenhando o contorno corporal e deixando a pessoa com uma aparência mais emagrecida. A lipoaspiração, que também pode ser chamada de lipoescultura dependendo do seu estilo, pode ser feita em várias partes do corpo como abdômen, glúteos e pescoço. Mas no Brasil, assim como em todo o mundo, ela é bastante usada para remover a gordura na região abdominal, braços, culotes, flancos e dorsos.

A lipoaspiração é a retirada do excesso de gordura de alguma região do corpo. Quando essa mesma gordura é enxertada em outro local, passa a ser chamada de lipoescultura. Dependendo da região a ser trabalhada e da quantidade de gordura que será retirada, a anestesia usada no procedimento pode ser geral, peridural ou local. O que determina o risco da operação é justamente a quantidade de gordura que será retirada. Quanto mais volume, maior o risco e maiores os cuidados a serem tomados. Segundo normas específicas de segurança sobre lipoaspiração, o volume total de gordura que pode ser retirado a cada operação não pode ultrapassar de 5 a 7 por cento do peso corporal da pessoa que está sendo operada.

Para fazer uma lipoaspiração é preciso passar por uma bateria de exames para garantir e monitorar a saúde do paciente. Apesar do objetivo ser o de retirar excesso de gordura do corpo, a lipoaspiração não é recomendada para pessoas com excesso de peso. A quantidade de gordura a ser retirada seria muito perigosa. Por isso, para essas pessoas, o aconselhado é fazer primeiro uma dieta, perder peso e depois ser operado.

Ela só pode ser feita depois da adolescência – apenas a lipoaspiração no pescoço só é realizada após os 25 anos. Geralmente é usada a anestesia peridural com sedação durante a cirurgia (exceto quando é uma lipoaspiração no braço, quando é possível usar apenas a anestesia local.

  • Aumento dos seios

5 tipos de cirurgia plástica que você precisa conhecerA cirurgia plastica de aumento dos seios também é chamada de mamoplastia e é uma das operações mais procuradas no mundo todo. Originalmente a mamoplastia é recomendada para mulheres que possuem mamas muito pequenas em relação aos seus corpos, para que o visual fique mais harmonioso. Ou também para casos onde as mamas são assimétricas, onde uma mama é menor do que a outra. Mulheres que passaram por tratamento de câncer também procuram a mamoplastia.

Mas mesmo mulheres sem nenhum problema com mamas de tamanhos coerentes passaram a fazer essa cirurgia plastica para valorizar seus atributos. Basta olhar para modelos e atrizes. Os médicos, no entanto, alertam para o uso abusivo da mamoplastia sem necessidade e também para que se faça uma boa avalição do tamanho das próteses que serão colocadas.

Depois de vários exames para garantir a saúde da paciente, a operação é marcada. No dia, é possível receber anestesia geral, peridural ou até mesmo local, dependendo do caso. Após isso, a prótese de silicone é colocada. Existem três formas delas serem colocadas: por baixo das mamas, através dos sulcos inframamários, pelas auréolas e sob a axila. A escolha do tipo de processo levará em conta a estrutura do corpo da mulher, seu peso e altura. No Brasil, o tipo de prótese de silicone preferido das mulheres é o alto com base média, com projeção para frente pois o resultado final preenche o colo. A operação dura em média uma hora e deixa uma cicatriz pequena e discreta. Só pode ser feita depois da adolescência.

É necessário ficar um dia em observação pois pode ocorrer a rejeição da prótese pelo organismo, sendo necessário a retirada desta o mais rápido possível. Em casos raros, o material da prótese pode vazar e serão necessários procedimentos médicos também.

  • Lifting de seios

5 tipos de cirurgia plástica que você precisa conhecerEssa cirurgia plastica também é bastante procurada pelas mulheres. Ela não aumenta os seios, mas pode corrigir o seu caimento. Gravidez, amamentação, envelhecimento, ganho excessivo de peso e mesmo a genética podem determinar mamas mais caídas. E o lifting de seios pode resolver esse problema com um procedimento simples e que algumas vezes exige o uso de próteses de silicone. Nela, o especialista pode reposicionar a aréola, pode diminuir a flacidez, e até mesmo elevar um pouco as mamas para que o efeito de caimento seja melhor. Alguns homens também procuram essa cirurgia quando sente que há um exagero no tamanho das mamas, para deixar o visual mais masculino.

O lifting de seios pode ser feito a partir dos 15 anos. A cirurgia dura em média de uma hora e meia a duas horas e é realizada com anestesia local e sedação ou apenas peridural. A cirurgia deixa uma cicatriz discreta e pequena.

  • Abdominoplastia

 

5 tipos de cirurgia plástica que você precisa conhecerEssa cirurgia plastica é feita na região abdominal e também pode ser chamada de dermolipectomia abdominal. Assim como a lipoaspiração, nela também é retirado o excesso de gordura. Mas também há a retirada de excesso de pele, o que deixa o visual muito mais bonito. Esse procedimento também consegue remover as estrias localizadas no abdômen já que a pele pode ser retirada. Ela reúne novamente os músculos reto-abdominais e com isso elimina aquela aparência de dilatação que fica na área.

A abdominoplastia é bastante procurada por mulheres que passaram por muitas gestações e pessoas de ambos os sexos que tiveram uma redução de peso muito grande. Na cirurgia é usada anestesia geral ou peridural e ela é tratada como uma operação de risco. Por isso o paciente precisa fazer uma série de exames para que os médicos possam monitorar sua saúde. Para valer a pena, o paciente deve ter em mente que se ganhar novamente muito peso ou se engravidar mais uma vez vai comprometer o resultado da cirurgia.

A cirurgia plastica de abdominoplastia exige uma anestesia do tipo peridural com sedação e dura em média de duas a três horas. A cicatriz geralmente fica na parte inferior da região do abdômen. Ela pode ser escondida facilmente sob roupas íntimas e biquínis.

Atualmente existe uma cirurgia plastica chamada de mini abdominoplastia. Parecida com a abdominoplastia tradicional, a versão mini tem alguns fatores diferentes. Nela, a musculatura da região reto abdominal é tratada de forma diferente, sem tantas amarrações. E o objetivo principal é o de eliminar o excesso de pele que fica no abdômen, principalmente de mulheres que passaram por várias gestações.

Para que o resultado não seja comprometido, deve ser feito por mulheres que decidem não ter mais filhos – uma nova gestação poderia fazer o excesso de pelo retornar. A cirurgia pode ser feita com anestesia raqui ou peridural e demora em média duas horas. A cicatriz, assim como na abdominoplastia tradicional, fica na região inferior do abdômen e é facilmente escondida sob biquínis e roupas íntimas.

  • Blefaroplastia

5 tipos de cirurgia plástica que você precisa conhecerEssa cirurgia com nome complicado nada mais é do que uma cirurgia plastica nas pálpebras. Nela o médico remove o excesso de pele e gordura que se acumulam na região das pálpebras. Ela elimina as bolsas de gordura, flacidez e até rugas do local, ajudando o paciente a ter um visual muito mais jovem. Por isso é uma cirurgia plastica bastante procurada por ambos os sexos. Os médicos a recomendam para quem tem flacidez nas pálpebras e apenas para pessoas acima dos 30 anos. A anestesia do procedimento é local, mas o paciente também é sedado.

Se você tiver algum comentário, por favor, deixe o seu logo abaixo. ?

Se você gostou, clique nas estrelas e nos de uma avaliação.

Avaliação dos Leitores
[Total: 3 Média: 3.3]